Saúde oral do seu animal - Tártaro

O acúmulo de tártaro muitas vezes é encarado pelos donos como um sinal comum de envelhecimento nos animais. No entanto, o tártaro constitui uma das etapas de uma doença grave, a doença periodontal, que, na fase final, é responsável pela fragilidade e até queda prematura dos dentes.

O que é placa dentária?

Ao longo do tempo, as bactérias da cavidade oral combinam - se com a saliva formando na superfície dos dentes um "biofilme" bacteriano muito resistente, chamado de placa dentária, dando origem a uma coloração amarelada dos dentes do animal.

A sua formação é muito rápida, em menos de 6 horas após a limpeza dos dentes e esse acúmulo gera uma gengivite (inflamação na gengiva) e halitose (mau hálito).

Como se forma o tártaro?!

A placa dentária é mineralizada pela fixação do cálcio presente na saliva, transformando - se assim em tártaro.

O tártaro é responsável pela aparência rugosa e textura áspera no dente.

Saiba que...

• O mau hálito está diretamente relacionado com a quantidade de placa dentária depositada nos dentes do seu animal.

• O acúmulo do tártaro promove o desenvolvimento de lesões da cavidade oral.

• O excesso de tártaro pode conduzir à inflamação das gengivas, provocando, assim, uma gengivite. Se esta inflamação evoluir, pode haver destruição do tecido que fixa o dente à gengiva, aumentando a mobilidade dos dentes.

• Os casos mais graves podem evoluir para a queda dos dentes.

• A presença de hidratos de carbono na dieta estimula o desenvolvimento das bactérias, e, consequentemente, a formação da placa dentária. Esta é uma das razões pela qual não se deve fornecer “doces” aos animais visto serem ricos em sacarose, um hidrato de carbono.

• Os cães de raça pequena têm tendência para acumular um maior depósito de tártaro, comparativamente às raças de grande porte.

• Os alimentos de consistência mole e viscosa têm tendência a depositarem-se na superfície dos dentes. Os alimentos secos de textura dura solicitam um mínimo de mastigação e favorecem a escovagem natural dos dentes.

Destartarização

Realizando a higiene oral com a escovação é possível remover a placa dentária, porém o tártaro é removido apenas com a destartarização.

É um procedimento realizado pelo Médico Veterinário, sob anestesia, para evitar qualquer sensibilidade dolorosa e estresse associados à manipulação da cavidade oral e utilização do aparelho de ultrasson odontológico. 

A destartarização é feita em cada dente e após a limpeza é fundamental realizar o polimento dos dentes para alisar as irregularidades na superfície do dente que possam favorecer a uma nova deposição bacteriana.